O músculo piriforme (ou piramidal) tem como principal função a rotação externa da coxa.

Na maioria dos casos ele passa sobre o nervo ciático, no entanto, o nervo por vezes pode atravessar as fibras do músculo.

A origem deste síndrome é variada, podendo estar relacionada com:

- trauma da região glútea ou pélvica

- hipertrofia muscular associada a atividade desportiva que solicite de forma excessiva a região glútea

- compressão nervosa pela posição de sentado mantida por longos períodos

Os sintomas podem ser variados e incluir:

- dor profunda e sensação de formigueiro na região glútea que pode irradiar para a face posterior da coxa

- dor que aumenta ao permanecer sentado por longos períodos

- dor ao caminhar, podendo mesmo coxear

- fraqueza muscular do membro afetado

Para alívio e tratamento das queixas pode ser útil:

- eletroterapia para controlo da dor e do processo inflamatório

- libertação miofascial e alívio de trigger points (pontos gatilho) através de terapia manual e punção seca

- técnicas manipulativas para ganho de mobilidade

- alongamento e fortalecimento muscular com vista à total reabilitação e retorno pleno à função

A fisioterapia é, por isso, a abordagem de eleição para tratar e reabilitar esta síndrome

Marca a tua sessão 965 755 035

fisioterapia@otomed.pt