A dispareunia caracteriza-se por uma dor abdominal, pélvica ou vaginal associada à penetração, durante ou imediatamente após esta.
85,7% das mulheres referem dor na primeira relação sexual após o parto e afeta tanto mulheres que tiveram parto vaginal como cesariana.
Esta disfunção sexual está relacionada com:
- sobrecarga e/ou estiramento dos músculos perineais, laceração, episiotomia, parto vaginal traumático e cesariana – estando a episiotomia relacionada com a dispareunia superficial enquanto a cesariana está relacionada com a dispareunia profunda; 
- descida fisiológica de dopamina e estrogénio se a mulher estiver a amamentar – que levam a uma diminuição do desejo sexual e da libido, diminuição da lubrificação e maior secura vaginal; 
- alterações contextuais internas e externas – como a alteração das dinâmicas e rotinas familiares, diminuição da privacidade, insegurança nos cuidados ao bebé ou a diminuição da auto-estima.
A avaliação pós-parto feita por um profissional especializado em fisioterapia pélvica permite um retorno mais rápido à função dos músculos pélvicos, podendo prevenir esta e outras disfunções decorrentes do parto.
Conheces esta dor? Marca a tua avaliação 965 755 035 fisioterapia@otomed.pt